O ÍNDIO E A LUTA NA POLITICA PARTIDÁRIA



Gostaria de começar com uma pergunta: Você já ouviu falar de Mário Juruna? Não?.

Ele era um jovem Índio da Etnia Xavante, que nasceu na aldeia Rituwawê, que fica próximo a uma cidade chamada Campinápolis, no Estado de Mato Grosso. Esse jovem guerreiro, até aos dezessetes anos de idade pouco contato teve com o não-índio.

Agora você perguntaria: O que essa camarada tem a ver com políticas partidárias? E eu responderia: Ele foi quem abriu os caminhos para que os povos indígenas entrassem na política. Ele ficou famoso por sua luta pelas demarcações das Terras Indígenas. Percorreu os gabinetes da FUNAI em Brasília, e o que mais chama a atenção é que ele sempre andava com um gravador. Sempre dizia que o “homem branco” não cumpria com a sua palavra pra isso ele gravava.

Assim como muitos, ele também trabalhou em fazendas, foi assim que foi aprendendo a falar o português.

No ano de 1983, Juruna foi eleito Deputado Federal, sua eleição teve uma grande divulgação, pois foi o primeiro indígena eleito para esse cargo. Durante seu mandato, Juruna trouxe a questão Indígena para o conhecimento do Brasil e do mundo. E segundo muitos, ele foi um dos parlamentares que mais atuava no congresso.  Uma pena que após seu primeiro mandato, Juruna não tenha conseguido se reeleger, por que ele no Congresso Federal incomodou outros políticos e muita gente insensíveis as causas indígenas.

Após Juruna outro Indígena a ocupar um cargo político, foi Ângelo Kretã. Esse guerreiro foi levado a vida política pelos mesmos motivos que levaram Juruna: a Luta pela Terra de Seu Povo.  Kretã foi o primeiro índio do sul do Brasil eleito. A sua luta foi contra um grupo econômico denominado SLAVIEIRO que ocupava 8.975 hectares da área indígena.

Ângelo sofreu um acidente de carro, que até hoje não foi esclarecido. Mas como já disse um índio no poder incomoda muita gente. Sua morte levantou muitas suspeitas de emboscadas.

Ao citar esses dois nomes, abri-se ai um espaço para a luta dos povos Indígenas. Atualmente no Brasil, cargos de vereador e prefeito vem sendo ocupado por indígenas. E os mesmos entram nessas vidas políticas em busca de garantir que os direitos indígenas sejam cumpridos, que as terras sejam demarcadas de forma legal.

Muitos governos têm tentado acabar com as articulações dos povos Indígenas. Tem colocado o índio para competir com seu parente. Tem prejudicados eles de se organizar, acusando-os de formação de quadrilhas e outras ações violentas.

Mas o movimento indígena, mesmo com esses impasses tem sido muito forte. Tem conseguido eleger seus representantes, tem conseguido trazer para a sociedade a realidade vivida em suas aldeias.

No tags for this post.




Clique aqui para ver todas as matérias em rascunho