O que é ser índio Hoje?



No imaginário de muita gente o índio é aquele indivíduo que mora na floresta, vive apenas da caça, da pesca e algum tipo de coleta. Mas será mesmo essa a realidade indígena brasileira?

No Brasil, somos hoje em torno de 305 etnias indígenas, falantes de 274 línguas indígenas. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE (censo 2012) a população indígena é estimada em 896.900 mil indivíduos, o que corresponde a 0,4% da população brasileira. No passado éramos muito mais. De acordo com o Professor Aryon Rodrigues em um artigo denominado “Línguas indígenas: 500 anos de descobertas e perdas”, publicado em 1993, éramos em torno de 5 milhõesfalantes de cerca de 1.200 línguas distintas.

No tags for this post.




Clique aqui para ver todas as matérias em Ser Índio



60 Comentários

  1. Alessandro Swinerd -  

    Parabenizo a todos envolvidos neste Projeto – Índios universitários, ONGs e o governo federal, por outorgar ao povo brasileiro a oportunidade de conhecer a cultura indígena de forma mais profunda.

    11, outubro 2011, 6:52pm  -  Responder →
    • Micheli -  

      Olá alessandro. Agradeço sua colaboração e comentario. Se sinta a vontade em navegar no portal. Estamos aqui para ajudar, e te-lo como colaborador é muito bom. Vamos nos comunicando…

      12, outubro 2011, 5:28pm  -  Responder →
  2. marineide(karu&ecirc -  

    voces estão de parabens,ainda há muita gente que não sabe nada da nossa cultura,onde moro me perguntão:se você quizer andar nua na cidade pode,o que voces índios comem,porque você faz faculdade e outras perguntas,entendo que não sabem da nossa cultura e ficam intrigados querendo saber o que fazemos na cidade,eu sempre respondo:você tem direitos eu também tenho,se a minha mãe não tivesse me buscado para viver na cidade,estaria eu também convivendo com os meus irmãos em aldeias e sempre falo,eu posso,eu quero,eu vou conseguir e um dia meus irmãos índios vão estar aqui também para lutar-mos e ter a vitoria juntos.Bjs a todos voces

    12, outubro 2011, 8:57am  -  Responder →
  3. Patrícia Pank -  

    Parabéns a todos envolvidos nessa bela iniciativa, é um desejo de todos nós indígenas , mostrar um pouco da nossa realidade, mostrar que não estamos isolados do mundo, que acompanhamos a evolução, acessamos as novas tecnologias ,sem deixar de ser um indígena. Somos seres como qualquer outro, apenas com uma cultura diferente.

    Um bom trabalho, meus parentes!

    12, outubro 2011, 10:26am  -  Responder →
  4. Professor Alan Nante -  

    Ola nobres colegas. O tema é instigante e como não poderia deixar de ser gostaria de fazer mais um réplica junto agora a este texto. Gostaria de frisar uma coisa que aqui se encontra explicito no texto: "Pois, assim como antes andávamos nus, vivíamos sempre em nossas casas, trabalhávamos só na roça, a sociedade brasileira não era diferente".

    Bem a palavra "trabalhávamos" é a que mais pesa no contexto desta afirmação e por que digo isso? Em que momento da história o índio trabalhou? Ele tinha uma cultura de SUBSISTENCIA, ou seja, retirava da natureza aquilo que era necessário para sobreviver. E dia inclusive advém o conceito errôneo de que o índio é preguiçoso e não gosta de trabalhar. É óbvio! O próprio escritor Caio Prado Junior nos mostra a relação do índio com a natureza e como ela foi degradada pelos portugueses. Tanto é que, quando os índios perceberam a exploração dos portugueses, pararam de se submeter as trocas e as imposições feitas pelos portugueses, porem já era tarde, a supremacia covarde de seu armamento de fogo, fez com que os índios ou se tornassem seres escravizados ou fugissem para o território adentro, tendo em vista este ser um lugar desconhecidos pelos portugueses e que levavam desvantagens por morrer nas armadilhas criadas pelos índios sendo esta a sua "opção" para sobreviver só que agora fora do seu espaço territorial. O trabalho na concepção moderna é aquilo que gera lucro e o índio como aqui relatado, NUNCA teve a intenção de gerar lucro com aquilo que tinha e sim só o utilizava na forme de SUBSISTÊNCIA. E outra coisa para finalizar e não me alongar, a "sociedade brasileira" na verdade são os indígenas e por isso mesmo vem ganhando nos tribunais o direito a terra, pois antes de qualquer colonização, os índios e estavam aqui e a partir das capitanias hereditárias temos o inicio da formação dos grandes latífundios, distribuição desigual de terras e da concentração de grandes áreas o que vem acarretar hoje a marcha de lutas pelas terras promovidas pelo MST, FETAGRI e outros grupos…Mas ai ja é uma outra história e uma ponta do leque que é nossa evolução histórico social.

    Quero deixar parabéns pelo LAYOUT da pagina, pois ficou muito legal. Alguns pequenos ajustes e ela ficara 100%. Uma pagina de excelente navegação e interação. Realmente este excelente. Abraços e sucesso.

    12, outubro 2011, 11:44am  -  Responder →
  5. Eliane -  

    Uma ótima ação, uma ótima sugestão!!!

    Beijos e bom trabalho!

    12, outubro 2011, 4:26pm  -  Responder →
    • Micheli -  

      Obrigada Eliane. E nos visite sempre comentando nossas materias. Estamos aqui para dialogar.
      Atima! Micheli

      13, outubro 2011, 10:26am  -  Responder →
    • pedro -  

      eu gostei muito da sua vida e do site.

      21, abril 2013, 6:34pm  -  Responder →
  6. Ananda Machado -  

    Genial o trabalho de vocês! Espero em breve encontrar materiais nas línguas indígenas aqui também! Desde 2008 quando essa Lei entrou em vigor faltava um espaço assim. Contem com todo apoio que eu puder dar! Um abraço

    12, outubro 2011, 8:11pm  -  Responder →
    • Micheli -  

      Obrigada Ananda. E pode ter certeza que estamos trabalhando para que materiais na lingua materna seja divulgada no portal.
      Nos ajude a divulgar o portla.Atima.

      13, outubro 2011, 10:25am  -  Responder →
  7. Flávia -  

    Vivemos no mundo de incompreensões e preconceitos. Somando força nessa luta, podemos abrir corações e desmistificar o que algumas pessoas pensam sobre a situação indígena hoje. Parabéns pelo trabalho!

    12, outubro 2011, 10:43pm  -  Responder →
  8. Alex Makuxi -  

    Obrigado!

    Estamos na luta por um Brasil de igualdade!

    12, outubro 2011, 11:01pm  -  Responder →
  9. Genilson Taquary Pat -  

    Por Genilson Taquary Pataxó

    SER ÍNDIO

    Ser índio é matar um leão todos os dias.

    Ser índio é ser alvo de crítica e preconceito e nem por isso desistir de seus objetivos.

    Ser índio é ser chamado de bravo e agressor, quando na verdade só se está tentando defender seu território e sua vida.

    Ser índio é ser considerado como bicho, animal sem alma, coisa medíocre, como na verdade é um discurso para respaldar toda agressão e extermínio dos nativos e impregnar uma nova religião, uma nova cultura e mudança de vida.

    Ser índio é ser visto sempre como alguém que pode ser objeto de exploração e nunca como parceiro.

    Ser índio é ser taxado de preguiçoso, não pelo fato de ser, mas sim por não aceitar a escravidão e nem querer ter um chefe branco que invade a nossa terra e quer dizer como devemos conduzir nossas vidas.

    Ser índio é dá grande contribuição na formação de um país e mesmo sim não ser lembrado e nem reconhecido os seus feitos.

    Ser índio é ser classificado de selvagem e deve viver sempre na mata, o fato é que se quer impedir que conheça seus direitos e assim possa se defender.

    Ser índio é não ser ouvido e nem ser consultado, embora se tenha muito a dizer e a ensinar..

    Ser índio é visto como parte do passado ou que estar em processo de desaparecimento, embora, como provam os dados, nas três últimas décadas tem se constatado o crescimento dessa população.

    Ser índio é ser guerreiro, persistente e nunca desistir, é lutar sempre, e a cada dia descobrir uma nova estratégia de sobrevivência.

    13, outubro 2011, 9:10am  -  Responder →
  10. Genilson Taquary Pat -  

    Olá !

    Parabenizo a todos pela iniciativa,

    Sou índio Pataxó e moro na Bahia, estudo na Universidade Federal da Bahia (UFBA). Aqui eu e mais nove parentes índios fazemos parte do projeto de pesquisa e extensão PET Comunidades Indígenas, também trabalhamos com alei 11.645.

    Quem quiser conhecer ou ter informação sobre nosso trabalho. É só acessar o blog através do link:
    http://petindigenaufba.blogspot.com/

    13, outubro 2011, 10:10am  -  Responder →
  11. Maria das Gra&ccedil -  

    Achei muito interessante o texto, pois de maneira bem legal de ler realiza uma análise do processo histórico de contato dos Povos Indigenas, que o relegou a condição de inferior.

    13, outubro 2011, 10:40am  -  Responder →
  12. Maria Ledesma -  

    Oi pessoal, parabéns pelo trabalho..adorei o site!!

    13, outubro 2011, 11:41am  -  Responder →
  13. Andrea Sales -  

    Parabéns a tod@s que estão na construção deste site!!Com certeza farei a divulgação.

    Abraços e ótimos dias!

    13, outubro 2011, 2:21pm  -  Responder →
  14. Fernando Fernandes N -  

    Excelente trabalho, é incrível como ainda tem pessoas naquela figura do índio e sua oca, e não entendem que todos nós nos "resignificamos" sempre. Parabéns e espero que continuem com esse belíssimo trabalho, elucidando os que não conhecem essa realidade.

    13, outubro 2011, 7:07pm  -  Responder →
  15. irone andrade -  

    Amei o trabalho de vocês! Gostei do teu texto Alex Makuxi.

    Contem comigo no que puder ajudar.

    Abraço

    13, outubro 2011, 7:49pm  -  Responder →
  16. Eliane Aparecida Miq -  

    Parabéns pelo site, essa é a força do nosso jovem indígena. Também trabalho com a análise da Mídia, como ela mostra o índio da nossa região e adorei a iniciativa de vcoês.

    13, outubro 2011, 9:23pm  -  Responder →
  17. Vanilda Warkan&atild -  

    Esta nova maneira de nos comunicar aproxima mais os parentes de todo Brasil e do mundo,parabens é um ótimo trabalho . Irá crescer e fortalecer os movimentos indígenas e evoluir conciências ainda adormecidas neste tempo que nos é precioso.

    Saudações indígenas .

    14, outubro 2011, 1:42am  -  Responder →
  18. Ademario Ribeiro -  

    A proposta de vocês é essencial e urgente. Já há iniciativas muito relevantes, contudo, há lacunas, e, vocês com certeza vocês podem provocar impactos que podem ser complementares e com as demais iniciativas serem entre si, retroalimentadores desse urgentíssimo processo!

    Se desejarem, por favor, façam contato. Sozinhos omos poucos.

    Sejam muito bem-vindos e que os Ancestrais e o Deus comum à cada povo, nos acolham!!!

    14, outubro 2011, 12:31pm  -  Responder →
  19. graça grauna -  

    Concordo com o amigo Ademario: sozinhos somos poucos. Vamos então juntar nossas forças em prol da nossa identidade indígena. Parabens a todos(as) do projeto Índio Educa. Que Ñanderu nos acolha. Graça Graúna

    15, outubro 2011, 11:05am  -  Responder →
  20. Maitê Azevedo -  

    Soube do site pelo Boletim Adital. Uma beleza! Parabéns! Alex, seu texto é simples e esclarecedor. Temos muito que aprender com os povos originários. Vocês que estavam aqui. Nosso DNA é de vocês. Vê que fizemos tudo errado, o mundo está de perna pro ar.

    16, outubro 2011, 9:52pm  -  Responder →
  21. Célio da Silv -  

    Parabéns e obrigado por oportunizar material de ótima qualidade.

    17, outubro 2011, 1:05pm  -  Responder →
  22. Regina Kuiaiu Yawala -  

    Parabéns pela iniciativa.Divulgar a cultura indígena é importante para informar a sociedade envolvente sobre quem somos de verdade e como vivemos atualmente. De fato é bom mostrar e afirmar que nós existimos. Muita coisa mudou após a chegada do Cabral ao Brasil… Atualmente os nossos desafios são outros, estamos adquirindo novos conhecimentos e o mais importante não deixamos de ser indígenas. Este site será muito útil porque ainda existe muita gente ignorante neste mundo e que não conhece a realidade indígena.

    19, outubro 2011, 9:23am  -  Responder →
  23. Marcos Maksyhung Mac -  

    Muito bom gostei do texto, e estamos nessa juntos lutando em prol do nosso povo.

    21, outubro 2011, 8:45am  -  Responder →
  24. Association Enfants -  

    Parabéns pela iniciativa. Infelizmente o site não é multilingue.

    A realidade amerindia deve ser discutida às claras. Os clichês ficam por conta dos que teimam em generalizar.

    A lingua é viva, a cultura é viva. Historia é berço. Nenhum povo perde suas raizes porque se adaptou.

    http://www.criancasdamazonia.org

    26, outubro 2011, 2:55am  -  Responder →
  25. Nhenety -  

    No passado o civilizador falava no indio com sua própria visão capaitalista, mas agora o indigena vai dizer o que é ser indio ele mesmo de acordo com sua diversidade étnica, cultural . Esse termo é muito vasto porque de qual indio vamos falar : Kraô, Pataxó, Guarani, etc… cada povo sua definição com sua visão de mundo . Nhenety Kariri-Xocó .

    26, outubro 2011, 6:32am  -  Responder →
  26. José Augusto -  

    Parabens por esse canal de comunicação e socialização da cultura do povo indigena, pois o fabuloso desenvolvimento perpetrado pelos não indios, hoje provoca agonia no planeta e exclusão social de toda ordem, o que não raramente resulta na favelização urbana nas grandes cidades brasileiras e, se não bastasse, ainda se arvoram na construção de barragens para a produção de energia cara e expulsão dos povos de seus ambientes nataurais. Esse canal será uma escola para a formação de cidadãos mais conscientes e críticos da nossa realidade. Obrigado por essa oportunidade e aprendizado.

    27, outubro 2011, 4:19pm  -  Responder →
  27. Rafael Marino -  

    Muito Bom o blog. Trabalho em Fernando de Noronha e faço parte de um cineclube. Amanhhã exibiremos Pajerama e O sal Tupinambá na Feira Típica local, após discutiremos sobre questões como essa. É muito importante estarmos sempre dialogando sobre as desigualdades existentes em nossa sociedade.

    02, dezembro 2011, 4:10pm  -  Responder →
    • Sabrynna -  

      Realmente Rafael, A PISADA É ESSA, a valorização dos povos indígenas, e o reconhecimento de suas culturas e saberes tradicionais, e é maravilhoso você instigar as pessoas a pensar e refletir sobre as desigualdades existentes na sociedade. Ê um pontapé a favor da igualdade entre todos. Mantenha-nos informados sobre esses grandiosos eventos, e caso você queira partilhar suas descobertas sobre esse diálogo local, estamos de braços abertos esperando seus nobres resultados a fim de compartilhar com todos, são momentos simples que geram grandes discussões, e desencadeiam gigantes esperanças de extinguir a discriminação.
      Saudações Indígenas…. e Boas Festas!!!!

      05, dezembro 2011, 10:11am  -  Responder →
  28. celinho belizario -  

    Achei muito interessante essa matéria! Mostrar para a sociedade que o índio evolui, não está estático!

    01, fevereiro 2012, 2:22pm  -  Responder →
  29. cassieli -  

    legal

    26, março 2012, 5:27pm  -  Responder →
    • admin -  

      teste comentários

      27, março 2012, 4:57pm  -  Responder →
  30. kailane -  

    muito legal por que agente aprende

    19, abril 2012, 3:56pm  -  Responder →
  31. dapne -  

    oi gostei muito do seu site professor ALAN

    20, abril 2012, 9:29am  -  Responder →
  32. Lorival Bernardes Gonçalves -  

    Em nossas cidades grandes, não temos territórios para crianças e idosos, todos competimos com os veículos pesados, que sujam muito o ar. Chão impermeável mais chuva pequena: basta prá enchente desabrigar gente, matar gente, afetar respiração. Qualidade do investimentos públicos
    destói empregos, cria Shoppings centers.Emprega um desemprega quatro. Território de “negócios mal feitos”. Coisa de radical capitalista. Precisamos pelo menos dividir isso tudo!

    20, abril 2012, 11:37am  -  Responder →
  33. antonio carlos -  

    gostei dessa iniciativa em reeducar as nossas familias indiginas pelo fato deles serem muitos discriminados no passado,mas to vendo que hoje estão ligado no mundo da internet estudam ja temos professores,segundarios e universitarios isso é muito bom.

    16, maio 2012, 9:05pm  -  Responder →
  34. Denise wapichana -  

    ola,amigos(as) eu amei de mais!!!!VALEU A NOSSA LUTA…. UM FORTE ABRAÇO

    29, maio 2012, 1:16pm  -  Responder →
  35. camila antunes de moraes -  

    ola td de bom para vcis ai cm vcis vem ai tamara q vcis vem tudos bom ttcau beijooss ?????

    31, maio 2012, 9:56am  -  Responder →
  36. ketlin -  

    ola voceis ficam pelados pora ai ????

    31, maio 2012, 9:59am  -  Responder →
  37. grs10 -  

    otima visao de mundo vcs tivertam tem gente q pensa q ser indio e saior ai gritando uga buga né?emfim parbenizo vcs pelo otimo trabalho espero q postem mais coisas (e valeu graças a esse site tirei 3 (valendo 3 e claro)no trabalho de geo!!!!!!!

    12, novembro 2012, 3:45pm  -  Responder →
  38. Divanir Sawrepte Xerente -  

    Povos indígenas, e o reconhecimento de suas culturas e saberes tradicionais, e é maravilhoso você instigar as pessoas a pensar e refletir sobre as desigualdades existentes na sociedade dos homem branco.

    18, novembro 2012, 8:43pm  -  Responder →
  39. Sinval Waikazate Xerente -  

    Ser índio não é só ser diferente, como muitos tem essa visão, mas ela vai além do que isto. Devemos procurar conhecer o indígenas não superficial, mas o índio que tem o seus valor de origem que tem sua filosofia agregado na cosmovisão de sua origem.

    26, março 2013, 10:55am  -  Responder →
  40. palom -  

    amo INDIO EDUCA ! e divertido e vc aprene .

    08, abril 2013, 3:24pm  -  Responder →
  41. emauely oliveira dos santos -  

    legau as fotos dos povos endijinas bom masmo fiz minha pesquisa da escola no primeiro saite que foi esse

    12, abril 2013, 10:57pm  -  Responder →
  42. pi -  

    lpokjuygfffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffff

    26, abril 2013, 11:45am  -  Responder →
  43. Nicolle Ohana Santos -  

    A coruja gira a cabeça 360° ???

    06, maio 2013, 8:16am  -  Responder →
  44. Márcia Germano -  

    Achei excelente a ideia do projeto. É uma oportunidade para conhecermos com maior profundidade a realidade dos povos indígenas e o reconhecimento de sua cultura. Sua história é algo dinâmico, que não deve ser vista como uma História estática da época apenas do descobrimento.

    18, setembro 2013, 4:33pm  -  Responder →
  45. Daniela -  

    Sou professora e sempre procuro matérias referentes ao nosso povo, sobretudo a cultura indígena e africana para passar aos alunos. Mas sentia falta de algo escrito pelo próprio povo indígena… encontrei esse endereço devido a leitura da revista “Carta na Escola” que me proporcionou a conhecer esse site…adorei e com certeza, o conteúdo dele será parte integrante de minhas aulas. Parabéns ao excelente serviço prestado a sociedade brasileira.

    17, outubro 2013, 10:35pm  -  Responder →
    • Sebastian Gerlic -  

      Por favor, mantenha contato conosco. Queremos nos enriquecer com suas partilhas!!!

      18, outubro 2013, 10:47am  -  Responder →
  46. Erycká Quaraçá -  

    Pytungatu!

    Olá pessoal quero parabenizar a todos pelo belo trabalho e iniciativa, só quem é índio sabe e passa na pele o preconceito e racismo da ignorância e do governo, continue sempre assim meu povo Guarani agradecem assim como outras tantas etnias e parentes!

    PARABÉNS!!!

    23, novembro 2013, 10:53pm  -  Responder →
    • Sebastian Gerlic -  

      Se quiseres… O PORTAL esta aberto a novas participações…. Podes escrever ou apontar aos colegas este espaço para PARTICIPAREM!!!!
      Em gratidão

      24, novembro 2013, 12:27pm  -  Responder →
  47. maria cristina silabi -  

    A cultura indígena é rica em conhecimento. Amantes da natureza ,respeitam o coletivo e dividem o trabalho coisa essencial na vida humana. Este site é muito bom e todos deveriam seguir a cultura indígena.

    12, fevereiro 2014, 3:39pm  -  Responder →
  48. Deusival Sarmento Fernandes -  

    A história desde os principio vem modificando o ser da natureza e do homem, por isso o indígena não deixa de fazer parte desta transformação, teve época que andava de tanga (e não nu) e tinha uma vida baseada na mitologia sagrada dos seus ancestrais, com a chegada dos homens brancos houve um conflito e mistura de culturas, por mais que o indígena sempre foi da parte que sofreu mais nesse processo histórico. Hoje como indígena (Sou da etnia desana aqui do amozonas), penso que ser indío é viver de acordo com o mundo atual, saber das leis, para poder entender os nossos direitos e deveres como cidadão brasileiro.

    24, março 2014, 5:08pm  -  Responder →
  49. Maria Aparecida Conde Zechini -  

    Vamos na luta sempre com confiança!

    28, março 2014, 11:17pm  -  Responder →
  50. bhhin soares -  

    ..deve ser mt daora.

    31, julho 2014, 5:54pm  -  Responder →
  51. bhhin soares -  

    é mt legal ser indio..bom eeu acho.

    31, julho 2014, 5:55pm  -  Responder →
  52. jamily -  

    todos na luta pela igualdade,sempre confiantes

    07, agosto 2014, 8:19pm  -  Responder →

Deixe um comentário

- Você está autenticado como . Sair →