A Visão Indígena Brasileira pelo olhar Tenetehar



Aqui segue a explicação do surgimento dos povos indígenas no olhar dos nossos parentes Tenetehar que significa gente ou “aquele que é verdadeiro ser”, Tembé é o nome dado pelos brancos e significa “nariz chato”. Os Tenetehar, que vieram do Maranhão e migraram para o Gurupi e Acará-Mirim no Pará, por Urutaw Wà Tembé  (Nome: Raimundo da Silva  E-mail: urutaw83@gmail.com)

 O que é índio para nós?

Um índio não chama nem a si mesmo de índio esse nome veio trazido pelos colonizadores no séc. XVI. O índio mais antigo desta terra hoje chamada Brasil se autodenomina Tupy, que significa “Tu” (som) e “py” (pé), ou seja, o som-de-pé, de modo que o índio é uma qualidade de espírito posta em uma harmonia de forma.

Qual a origem de nosso povo?

Conforme a história de nosso povo, o Criador, cujo coração é o Sol, tataravô desse Sol que vemos, soprou seu cachimbo sagrado e da fumaça desse cachimbo se fez a Mãe Terra. Chamou sete anciões e disse: ‘Gostaria que criassem ali uma humanidade’. Os anciões navegaram em uma canoa que era como cobra de fogo pelo céu; e a cobra-canoa levou-os até a Terra. Logo eles criaram o primeiro ser humano e disseram: ‘Você é o guardião da roça’. Estava criado o homem. O primeiro homem desceu do céu através do arco-íris. Seu nome é tupã, o nosso Pai. Pai dos nossos Antepassados, o que viria a ser o Sol. E logo os anciões fizeram surgir as Águas, que hoje é a nossa Mãe. Depois eles geraram a humanidade, um se transformou no Sol, e a outra, na Lua. São nossos tataravôs.

No tags for this post.